Na falta de amor e carinho, cerveja, vodka e vinho!

A melhor forma de fazer uma pessoa gostar de você, é não gostar muito dela.

O Teorema Katherine. (via delator)

Quantas vezes você fechou a boca para aquilo que os seus olhos gritavam ao ver? Quantas vezes você disse uma palavra inocente achando que não feriria ninguém, e no final fez-se em prantos os olhos de quem teve que escutar? Quantas vezes você sequer se importou com quem só te olhava sem pedir nada mesmo precisando de tudo? Quantas vezes você ajudou alguém? Ou melhor, quantas vezes você não ajudou alguém? Quantas vezes negou comida? Quantas vezes não olhou para o chão só porque tinha uma pessoa sentada com a mão estendida? Quantas vezes você não se importou? E pior, se formos parar pra pensar não é preciso muito pra se fazer mal a alguém, tampouco milhares de palavras pra destruir uma vida. E quando vê já é tarde, já foi o tempo em que ainda dava tempo de alguma coisa, quando você pensa em fazer e esquece não quer dizer que depois ainda não pode correr atrás daquilo, pelo contrário, todo tempo é tempo pra fazer o certo. E o certo é não machucar pessoas, é não se preocupar só consigo mesmo, é até ter amor próprio mas não se esbanjar e esquecer do que gira em torno de você. Às vezes o pouco é muito, depende de quem vê. E eu vejo assim.

Não deixe pra lá. Se importe ao menos uma vez na sua vida.  (via garoou)

Tudo termina em rompimento, divórcio ou morte.

O Teorema Katherine.  (via delator)

Talvez tivesse que ser assim mesmo. Você veio, me deu umas aulas de como gostar de alguém, se apegar e tudo mais, e logo depois foi embora para que eu aprendesse a desapegar também.

Allan Moura.  (via prolificar)

E o riso dela? Era algo absolutamente dominador. Ninguém tinha a menor chance diante dele.

A menina que roubava livros.   (via delator)

Acredito que a vida de cada um é traçada. Você passa por tudo o que tem que passar, pra enfim encontrar alguém que dê sentido a tudo aquilo que foi embora, que passou por você e não ficou, porque quem realmente tinha que ficar, chegou agora pra ficar. É simples, podemos seguir todos os caminhos possíveis a serem seguidos, mas tem um em especial que vai ser certo. Todos os príncipes e princesas que você pensou ter na sua vida, todas as despedidas que sofridas tiveram que existir, todo o passado escrito numa folha especificamente para o passado, todo aquele futuro desprezado, lugares que não vão ser apenas lugares, espaços de tempos que foram marcados, e aquela vida não era pra ser a sua, porque a sua chegou agora, simplesmente por ter que ser assim. E o complicado disso tudo é que ninguém consegue acreditar, ninguém crê que é tudo previsto. Acredito que a felicidade não pode ser encontrada, mas é proporcionada a quem é digno dela, e que ninguém consegue ser feliz totalmente sozinho, sempre vai faltar alguma coisa, senão companhia, amor. E esse sim é o mais importante de todos os sentimentos, e na vida é assim, você tem todos os tipos possíveis, pensa que o certo é o errado, porque assim desafiaria o destino, outrora pensa que o errado é mesmo errado e fica numa busca incensante do certo, do seu número e não olha pro que está diante do seu nariz, e não há coisa pior do que perder a oportunidade de viver. As pessoas têm uma visão muito ampla do que é o amor, e a cada vez que conhece alguém que supõe ser melhor, já o apelida de amor da sua vida, uma santa ignorância porque não se permite conhecer o verdadeiro, o seu amor da vida, e até mesmo saber qual é a sua vida, ou por medo ou por não bastar. E é triste ver um sorriso e saber que não é de verdade, é triste reconhecer que não é completo, que não é suficiente, que não transborda, que não atinge o outro, e nem a si mesmo. É triste quando as pessoas esquecem de ser por elas o que esperam receber, é triste quando esquecem até de viver. Acredito que a vida de cada um é como ter que ser, foi escrita, tem o passo a passo, solitário e acompanhado, e é essa a melhor parte. Acredito que o sofrimento também faz parte, que ninguém está apto a ser feliz se não sofrer, assim como não reconheceria um sorriso sem antes saber da lágrima, também não daria o valor merecido. Acredito sim que tudo tem um propósito, que nada é em vão, das melhores coisas até os indesejados imprevisto, e eu acho sim, que a nossa história já está escrita por aí.

E vivemos, e temos, e somos, tudo aquilo que se chama de destino.   (via garoou)

Aí teve aquela cena também, De quando eu fui te dar tchau. E você olhou e me perguntou: “Não to esquecendo nada?” e eu quis gritar: “Tá, tá esquecendo de mim.” E você depois perguntou: “Não tem nada meu aí?” E eu quis gritar: “Tem, tem eu”.

Tati Bernardi  (via delator)

Ninguém se dá conta, mas o corpo precisa do choro. As lágrimas precisam sair para que os sorrisos possam ser estampados com leveza. Precisamos tirar as mágoas do lado de dentro pra não ocupar o espaço para as coisas boas se ajeitarem. Tira o excesso do que não se deve levar na bagagem para que seja de proveito aquele vazio na mala.

Deixa escorrer o que ocupa de mau dentro de você. Escolha o que carregar.   (via garoou)
THEME